"(...) -Como eu gosto de você?

Eu gosto de você do jeito que você se gosta".

O Mundo no Engenho... e o ENGENHO do Mundo

quarta-feira, 22 de julho de 2009

O Colo

 Foto: Mulher

Estrela feminina...


Meu céu está em seu solo:


Mina fonte inesgotável


Por entre os seios!


São seus raios, brandos,


Que confortam o meu pranto -


Dissipam num só toque -,


Todos os receios!


Aquece, tal coroa solar!


O eclípse que vivo


Só a faz destacar...


É silêncio profundo no Cosmos...


Imagem da Arte de Deus!


O seu colo -.


Onde me isolo


E descanso apaixonado como um semi-deus...



(26/07,02h53)

Fênix Cruz

2 comentários:

Elma Carneiro disse...

Silenciosamente recebi sua visita, você não deixou vestígios, nenhuma palavra, mas vejo que me tens em sua lista de blogs. Muito bom que tenha gostado é gratificante.
Seu espaço é lindo e importante.
O poema "O Colo" alcança muito mais além das palavras.
Beijoo

FÊNIX CRUZ disse...

Pois é Elma, você é magnífica. Não tive coragem de escrever! Fico muito grata por ter me visitado.
O poema "O colo" - até este momento não está terminado ( 25/07 - 23h25 ). Vou digitá-lo em breve... Consegui concluí-lo ontem: espero que goste!
Volto a repetir: o seu blog é Cultura e você é magnífica...E é por isso que está aqui, entre as flores, os frutos, as cores e os sabores do ENGENHOLITERARTE!
ABRAÇOS!!!
E muito sucesso, pois é o que merece...

Related Posts with Thumbnails

Google+ Followers

FaceMundo