"(...) -Como eu gosto de você?

Eu gosto de você do jeito que você se gosta".

O Mundo no Engenho... e o ENGENHO do Mundo

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Percepções...

 O Jardineiro Bigode, rascunho 1, 2011

 Os dias de Tistu, rascunho 2, 2011

FlorAção, rascunho 4, (pintado com esmalte) 2011.

"A gente garimpa na Vida, 
o que a arte garimpa na gente".

 O menino do dedo verde (Maurice Druon) - aguardem...



4 comentários:

Luks Vieira disse...

Belos desenhos, este do canhão de flores é lindo, parabéns!!!
Att.,
Luks

FÊNIX CRUZ disse...

Olá Clemente e Luks! Perdoem-me pelo atraso nas respostas: estou em época de prova na faculdade e ando meio perdida com muitos fichamentos, etc.
Clemente: obrigada! É um livro lindo, só poderia inspirar uma frase, um Olhar...e, quem sabe ultrapassar as barreiras do visível, pode perfeitamente compreender a origem de toda a luz...

Lu - que bom que tenha gostado! Eu não sei desenhar, então busco tirar da Vida aquilo que depois a ( minha)arte extrai de mim...fiz uma espécie de re-leitura das gravuras do livro, do meu jeito. Deve estar meio sem proporção, algo tortinho aqui ou ali, mas a proposta é Expressão e Impressão, então, é um ótimo exercício:
experimente e veja que gostoso ( mesmo que tenha que rasgar umas folhinhas rsrsrs...). Beijos!

VeraBruxa disse...

Olá Queridona!
Respiro fundo...quero sentir tuas flores em meu jardim...e isto me faz muito bem...provocam aquele sorriso de satisfação por receber teu carinho...
Então olho o Jardineiro Bigode com seus pelos cultivados tal qual as eras, em sintonia...
O amor que plantas, brota em mim a esperança.
Obrigada.
Abração,Vera Mosmann

Leovi disse...

Me encanta ese cañon de flores, una delicia, besos.

Related Posts with Thumbnails

Google+ Followers

FaceMundo