"(...) -Como eu gosto de você?

Eu gosto de você do jeito que você se gosta".

O Mundo no Engenho... e o ENGENHO do Mundo

domingo, 29 de maio de 2011

Contradição.

 O moço. F.C, 2011 -

Aflora
E de mim não vai embora
A lembrança daquele olhar:
Foi ciranda sem cirandar - 
Brincadeira fora de hora
Que, de repente, vem e devora
Todo encanto com que eu vinha...
Minha ilusão, apenas, minha!

Quando as manhãs se abrem
E os sonhos se fecham,
Não há cupidos ou flechas
E, sem outro jeito,
Finjo que rejeito
O que tanto desejei ganhar...

Assim, eu  me calo,
Ascendo ao pedestal com meu halo
E, disfarço...
Que estou muito bem - sem meu par!


 O moço ( Cubista / Gimp ) -  F.C, 2011 - 

2 comentários:

Orquídea nEgrA disse...

no entendi mucho.. pero de igua manera, muchas gracias por pasar por mi blog!

Bendiciones!!

Borboleteando disse...

lindo blog!!!
Vou ficar por aqui...
Beijos

Related Posts with Thumbnails

Google+ Followers

FaceMundo