"(...) -Como eu gosto de você?

Eu gosto de você do jeito que você se gosta".

O Mundo no Engenho... e o ENGENHO do Mundo

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Ícaro quer Voar.

 Desenho: Fênix, "Ícaro quer Voar",2010.

Para que me servem essas janelas,
Se os caminhos até elas -, 
Sempre obstruídos -,
Negam a tudo pleno sentido?

O Sol aqui clarifica?
Desconfio: não descomplica.
Porquanto, o tempo é o da trapaça...
E não me puderam crescer mais do que falsas asas!

Ainda, em cativeiro, tenho a Voz.
Policio o meu sorriso.
Vejo o chão delimitado, devagar piso.

Em verdade, desconheço o que me aguarda:
Penso em fantasmas, agora, também sem fardas,
Como monstros emergindo sem avisos.

4 comentários:

Márcia Luz disse...

Bonito! Ícaro e janelas sem sentido!...

FÊNIX CRUZ disse...

Obrigada, menina feita de luz! Estou muito feliz que veio me visitar. Beijos no seu coração.

KaRa disse...

Well Said!

FÊNIX CRUZ disse...

Obrigada, KaRa...um grande abraço!

Related Posts with Thumbnails

Google+ Followers

FaceMundo