"(...) -Como eu gosto de você?

Eu gosto de você do jeito que você se gosta".

O Mundo no Engenho... e o ENGENHO do Mundo

domingo, 14 de março de 2010

Ressignificado

 


Ao meu coração, conforte...
Quando a luz da manhã, serena,
Despertar o meu corpo para a arena:
Faça-me forte!

Dê-me a esperança de reanimar os sonhos,
Torná-los plumas,
Afastando-os do que há de medonho:
Do rumo incerto entre as brumas...

Proteja para que não me atinjam as pragas
Que infestam o pensamento dos insanos!
E por fim, cure em mim as chagas...

... Ressignificando os Sentidos dessa Lida,
Pois que, se tudo que busco é O Milagre,
Essa oração não se fará, jamais, finda!

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails

Google+ Followers

FaceMundo