"(...) -Como eu gosto de você?

Eu gosto de você do jeito que você se gosta".

O Mundo no Engenho... e o ENGENHO do Mundo

terça-feira, 23 de março de 2010

Sereia

 Foto: Fênix, 2009 - Mongaguá/ SP

(letra s/ melodia)
Eu amo o mar: 


Eu não nasci sereia 


Mas, guardo em minhas veias 


O seu - DNA... 


Eu sou o mar.


Sob o luar que me serpenteia 


Com golfinhos e baleias 


Estou, sempre a brincar! 


Corais... 


Navios que não são mais inimigos... 


Abissais... 


Cadeias que não guardam tantos perigos... 


Areais...

Que borbulham vida inteira,


Nereu com suas Nereidas... tão reais! 



Só eu e o mar...

Sob as ondas 

Correntezas a me levar!

Eu vou cantar... 


Sereia...  

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails

Google+ Followers

FaceMundo