"(...) -Como eu gosto de você?

Eu gosto de você do jeito que você se gosta".

O Mundo no Engenho... e o ENGENHO do Mundo

sábado, 27 de março de 2010

Memorial de Estrelas

 Que Deus ilumine os que se foram e dê força aos que ficaram.

Fotografias

Penso que são poesia.
Anjos sem asas que, ora, habitam o Céu.
E que por um lapso de segundos,
Quando cruzaram as fronteiras dos Mundos,
Deixaram mais do que figuras cristalizadas,
Ou traços coloridos, num corpo de papel.

E este poema deve ser uma pluma,
Leve, que ao vento ruma,
Mansa... entregue ao sabor da brisa
Que alcança e flui sem qualquer temor,
Para então, entorpecer e abrandar a dor
Daqueles que ficaram.

Ficaram a recordar dos entes perdidos,
De suas breves e animadas histórias -
Em tons de fascínio e de glória,
Como quem ao momento enfeitiça -,
Sendo mesmo, enfeitiçados por este...

Penso que para além das cadeiras vazias,
Do lenço, das orações e das missas,
Dessas tantas palavras,
Das peças espalhadas pelos cantos das casas,
Há de se crer nos sinais
Mais do que nos pontos finais.

E há de se imaginar
Pipas de invisíveis linhas...
Muitas Cirandas, Amarelinhas,
E carrosséis de purpurinas
Entre nuvens luminosas!

Tenho que é hora de aguçar os sentidos.
Abrir portas, descortinar janelas:
Ver passar os calendários
Esvaziando, aos poucos, armários...
Deixar as sentinelas
Guardarem os tempos findos.

E só aguardar o reencontro-
Noutra confluência de espaços -,
Com a expectativa de receber
O mais terno abraço...

...Enfim, ouvir tantas novas aventuras,
E, por ventura,
Do Segredo que principia a(s) Vida(s),
Embalados pela Dança Cósmica das Constelações...

Eta Carinae
Fênix.

São tão poucas perto dos números que só crescem...
Não devemos nunca esquecê-las: para cobrar o Direito à Vida que lhes foi roubado. Os seus Direitos Humanos VIOLADOS. Não queremos mais mártires. Queremos apenas crianças.

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails

Google+ Followers

FaceMundo