"(...) -Como eu gosto de você?

Eu gosto de você do jeito que você se gosta".

O Mundo no Engenho... e o ENGENHO do Mundo

sábado, 27 de junho de 2009

IRA...

( Letra sem melodia de Fênix Cruz; Imagem Girassol: fonte buccomarxiano.blogspot.com)  





Vamos quebrar o silêncio 

E tocar na ferida.  

Falar na partida, de súbito, 

Sem adeus...  

Do mundo amordaçado,  


Pelo terror calculado, 

Que consumiu os homens  

E todos os sonhos seus...  

Quem somos nós  

Sob os megatons, como girassóis?  

O gatilho... 

O botão...

O aperto de mão...  

As diferenças que constroem  

Ou, as desigualdades que destroem uma nação? 

Seja a Coréia do Norte,  

A África entregue à sorte...  

Um Eixo do Mal  

Sem nenhum Eixo do Bem:  

A juventude do mundo como refém!  

Refém dos tratados  

Refém do passado  

Refém de gente que não reconhece...

E lhe paga o sacrifício com falsa prece.

Vamos quebrar o silêncio  

E tocar na ferida.  

Falar na partida, de súbito,  

Sem adeus...  

Do mundo amordaçado,  

Pelo terror calculado,  

Que consumiu os homens  

E todos os sonhos seus...  

Quem somos nós  

Sob os megatons, como girassóis?  


"...Segundo a mitologia grega, certa moça, chamada Clytia, apaixonou-se pelo deus do Sol Apolo e sem poder fazer nada, observava-o cruzar o céu. Após nove dias, ela foi transformada em um girassol" 


Fonte: http://www.manancialdasflores.com/. ...Precisamos de bem menos do que isso para nos tornar apenas lembranças...

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails

Google+ Followers

FaceMundo