"(...) -Como eu gosto de você?

Eu gosto de você do jeito que você se gosta".

O Mundo no Engenho... e o ENGENHO do Mundo

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Interpretações

Postagem de 01/09/15

Não há poesia no sangue.
Mas, há sangue na poesia...

 Sem mais palavras;


A poesia nas imagens (a superação)




A poesia nas imagens (a esperança)


 http://www.brasildefato.com.br/sites/default/files/u1131/01-09-15_dadaab-UNHCR.png

idem site acima.









Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails

Google+ Followers

FaceMundo