"(...) -Como eu gosto de você?

Eu gosto de você do jeito que você se gosta".

O Mundo no Engenho... e o ENGENHO do Mundo

quarta-feira, 1 de julho de 2015

Sol e Lua

A Lua - foto modificada Gimp/2015

 (Letra sem melodia)

Se nós
Não nos fazemos necessários
Pelo  nosso amor,
Nada mais nos resta, além da solidão.

Mesmo que a voz
Ainda acenda a chama
Não vale a pena o drama
Por isso, a Lua é fria e se volta à imensidão.

E não diremos que "não"
Não, não não...
Que a solidão da Lua é como a minha e a sua
Causando confusão
Sol, não, não...

Mesmo que a voz atenda
No coração, a fenda,
Já não se tocam as mãos:
Seguimos, cada qual, a própria revolução...



######################################







Foto - edição Gimp - 2015

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails

Google+ Followers

FaceMundo