"(...) -Como eu gosto de você?

Eu gosto de você do jeito que você se gosta".

O Mundo no Engenho... e o ENGENHO do Mundo

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Acróstico do Medo (A voz da Mata)

Sangue clorofila, Fênix , 2011.

Adeus.

Maria, José... aos outros que se foram e quem mais vier
A falar em meu nome – saciar outra fome -,
Trabalhar junto a mim sem os mesmos velhos fins...
Atingir o equilíbrio sem querer  mortes 
:

Seiva NOSSA que escorre...
Alcança o coração da terra.
Na dor, que não cessa,
Gente teme e se cala
Urge o socorro frente à batalha -
Embates tão desiguais!

Corte, queima, carvão.
Lugar de todos que se opõem é no CHÃO
Onde se integram a fundo...
Reduto do esquecimento!
Os sonhos tornam-se o tormento.
Ficam os fortes
Incapazes de desistir:
Livres para tombar, como NÓS,
À fúria da próxima empreitada.




Sangue clorofila II, Fênix , 2011.

http://www.mixpod.com/playlist/84199439 

http://noticias.uol.com.br/album/110602madeireiras_album.jhtm 

http://www2.uol.com.br/historiaviva/reportagens/amazonia_de_galvez_a_chico_mendes.html 

http://www.folhavitoria.com.br/policia/noticia/2011/07/mais-de-90-dos-assassinatos-na-amazonia-ficam-sem-punicao.html 

http://educacao.uol.com.br/biografias/chico-mendes.jhtm

http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI2012188-EI306,00-Entenda+o+caso+Dorothy+Stang.html

3 comentários:

pretha disse...

Bom dia!Fênix
Seu blog está lindo.Um toque de limpeza para nossa alma lindo mesmo.
bom fim de semana.
beijo em seu coração.

VeraBruxa disse...

Olá!
Triste e real. Me faz pensar nos caules/homens fortes que choram e gritam pela terra e a morte dos homens/raízes que se misturam à terra por defendê-la. A seiva/lágrima traduz minha tristeza.
Abraço.

FÊNIX CRUZ disse...

Obrigada minha Prethinha!Um abraço e um final de semana incrível para você!

Olá professora! É exatamente isso. Por aqui "vem" e "vai"...é "notícia". Lá... é fato!

Related Posts with Thumbnails

Google+ Followers

FaceMundo