"(...) -Como eu gosto de você?

Eu gosto de você do jeito que você se gosta".

O Mundo no Engenho... e o ENGENHO do Mundo

sábado, 21 de fevereiro de 2015

Leituras recomendadas V


 " Quando alguma coisa escapa da nossa consciência, essa coisa não deixou de existir (...)" . Da Editora Nova Fronteira, 429 páginas, com figuras em preto e branco e coloridas. Disponível nas bancas por um bom preço.

 

O mesmo autor de "A arte cavalheiresca do arqueiro zen", da mesma editora, a obra reúne fragmentos a respeito de sua experiência como pesquisador do zen- budismo e deste nas artes japonesas.

 

 Trata fundamentalmente do xintoísmo e do budismo, fazendo considerações acerca o cristianismo japonês.

Sobre a prática do budismo (de origem indiana) de kekkai ( barreira invisível) - ou a criação de um reino sagrado onde mulheres eram proibidas de entrar - nas seitas tendai e xingon, também traça considerações.

 Essa prática é mencionada no anime kami-sama hajimemashita2, como sendo um ambiente sagrado, Naname não pode permanecer na montanha...






Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails

Google+ Followers

FaceMundo