"(...) -Como eu gosto de você?

Eu gosto de você do jeito que você se gosta".

O Mundo no Engenho... e o ENGENHO do Mundo

quinta-feira, 22 de maio de 2014

O shinpo e as virtudes do coração.


Kensho-dojo 2014

Aprendemos no Ninjutsu que toda experiência é sagrada - "Ichigo Ichie"(1). O sorriso, a perseverança,  a alegria de estar se desenvolvendo e partilhando com os Outros momentos preciosos de nossas vidas - o "shinpo" - é o verdeiro tesouro de nossas existências (2). Percebo que é a troca recíproca em que mestre e discípulo são respeitosamente, um só, buscando o Tao, o Do, o Caminho para a iluminação interior. Cada um seguindo a sua própria natureza e valorizando a dos Outros, isto é, a diversidade dentro da unidade humana. Do ponto de vista ocidental, resguardando as profundas diferenças que exigem o descarte dos esquemas cartesianos de raciocínio, creio que posso compreender os significados traduzidos numa palavra bem conhecida: "insight". Significados que não são objetivos e que transcendem. Enfim, acompanhando os tempos, do passado fica o ensinamento daqueles que desenvolveram, lutaram e morreram para nos deixar um grande legado: a importância de estarmos vivos e de podermos lutar  sempre para sermos e fazermos felizes. Muito grata, buyu(s).


Mestres e amigos do Coração.

 Kunoichi, 2014

1 - A vida é uma oportunidade que deve ser apreciada com o coração - "kokoro". Petrocello. Christian.J. Ninpô e Budô - Artes Marciais Bujinkan, Editorial Dunken, fls. 76.

2 - As sete virtudes: honra, fidelidade, honestidade, benevolência, respeito, valor e retidão. Uma virtude pode se converter num verdadeiro tesouro - o "Shinpo". 
Idem. Idem. Editorial Dunken, fls. 28/32.

 Todos - presentes e não presentes -, um tesouro de Deus.


Leitura recomendada:

Petrocello. Christian. J. Ninpô e Budô - Artes Marciais Bujinkan, Editorial Dunken, fls. 76.





 Bufu Ikkan!





Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails

Google+ Followers

FaceMundo