"(...) -Como eu gosto de você?

Eu gosto de você do jeito que você se gosta".

O Mundo no Engenho... e o ENGENHO do Mundo

sábado, 28 de abril de 2012

Delicadezas

Rascunho2, Fênix, 1999.


A atuação do invisível no visível


Trinta raios convergentes no centro
Tem uma roda,
Mas somente os vácuos entre os raios
È que facultam seu movimento.
O oleiro faz um vaso, manipulando  argila,
Mas é o oco do vaso que lhe dá utilidade.
Paredes são massas com portas e janelas,
Mas somente o vácuo entre as massas
Lhes dá utilidade - 
Assim são as coisas físicas,
Que parecem ser o principal,
Mas o seu valor está no metafísico.




O Equilíbrio da vida

O excesso de luz cega a vista.
O excesso de som ensurdece o ouvido.
Condimentos em demasia estragam o gosto.
O ímpeto das paixões perturba o coração.
A cobiça do impossível destrói a ética.
Por isso, o sábio em sua alma
Determina a medida para cada coisa.
Todas as coisas visíveis lhe são apenas
Setas que apontam para o Invisível.


TAO TE KING, Lao Tsé ( Círculo do Livro- Trad. Humberto Rohden)




sábado, 21 de abril de 2012

Conexões

 
 Constelação de Cassiopeia: alma e coração ( imagem: Estadão).

O som que guarda o coração
É vestígio da Grande Explosão
E se expande dentro do peito
Inundando tudo,
Vazando pelos olhos, alterando efeitos.
Eco primitivo que nos mantêm acordado
Ou grito reprimido de quem não pôde escolher o lado?
Belo ou odioso enigma?
Éter Sagrado? Quantum Sigma? 


O Pulsar Primordial...


O grau a que um corpo se eleva ou declina
Ressoa na canção que entoa o coração,
Dia a dia,
Registra a história e suas entrelinhas,
Então, destrói e (re)cria:
Os trajetos se fundem nas esquinas
- O ponto de mutação -,
Menos do que ser um fim,
É o início de uma nova infinita linha.
  

Omna Magni - Sousei no Aquarion - fechamento.

http://pt.wikipedia.org/wiki/O_Ponto_de_Muta%C3%A7%C3%A3o


http://pt.wikipedia.org/wiki/Pensamento_sist%C3%AAmico


http://angolaastronomica.blogspot.com.br/2008/09/o-corao-e-alma-constelao-de-cassiopeia.html


http://topicos.estadao.com.br/fotos-sobre-discovery/coracao-e-alma-de-nebula-da-constelacao-cassiopeia-a-6-mil-anos-luz-de-distancia-da-terra,f288ad32-6f1b-42d8-9b9f-ceb8198c4702

http://www.mixpod.com/playlist/88673969

domingo, 15 de abril de 2012

Fantasma.

 "A face da dor I" - fênix, 2012 (rascunho 1)

O seu olhar ancorado no vazio
Já não contempla a paisagem.
À margem, tampouco, aguarda o amanhecer.

Nada mais tão frio.
Nenhuma fantasia ou miragem.
Sem coragem, ele se recusa a reescrever

Os trajetos
Os horizontes concretos
O futuro que  viu desabar.

É fantasma
Miasma
Nostalgia.

O seu olhar ancorado no vazio,
Nada mais viu?
Deixou alguém se aproximar?

Engana-se quem diz que da dor nasce a poesia...

 (FC)

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Saraph V

 "A face da dor", Fênix, 2012.

"No fundo deste poço, 
nós temos que aprender a viver sem a luz."

SARAPH.


( Instrumentista "divino"!) 

http://www.youtube.com/user/michaellucarelli 
Related Posts with Thumbnails

Google+ Followers

FaceMundo