"(...) -Como eu gosto de você?

Eu gosto de você do jeito que você se gosta".

O Mundo no Engenho... e o ENGENHO do Mundo

sábado, 31 de março de 2012

Brumas

"Harpias"( detalhe), FC, 2012
Hybris

Eu quis procurar entre as flores
As cores da minha alegria,
Alquimia... ilusão - eu já sabia -,
Que vazia de esperança, à alma resta tons lúgubres.

O temor e a bruma envolvem os corpos;
Os mortos perseguem a vida;
Ainda que eu reforce os meus votos,
Minha partida nunca se finda.

Água, terra, fogo e ar,
Matéria cíclica a mutar,
Vir a ser, mundo em espiral: o Tao.

Decomponho o olhar sobre as coisas
Recomponho os seus ramos - a Árvore -, os seus signos.
A chave só abre a Porta: devo encontrar só, os meus caminhos.



sábado, 24 de março de 2012

A Arte e o Mestre


" O aluno japonês traz consigo três coisas: uma boa educação, um profundo amor pela arte escolhida e uma veneração incondicional pelo mestre.
(...)

  Longe de querer despertar prematuramente o artista, o mestre considera como missão primordial converter o discípulo num artesão que domine profundamente o ofício, o que este fará com a sua habitual e pertinaz dedicação e como se não tivesse aspirações mais elevadas, submetendo-se ao duro aprendizado com resignação, para descobrir, com o passar dos anos, que o domínio perfeito da arte, longe de oprimir, libera.

(...) 
Dia após dia ficava cada vez mais fácil levar a cabo, sem esforço, as sugestões técnicas que eram propostas, mas devíamos também ser capazes de ter inspirações próprias, indispensáveis para nosso enriquecimento interior. Assim, por exemplo, a mão que guia o pincel, no exato momento que o espírito começa a elaborar as formas, já encontrou, juntamente com esse, a ideia que pretendem realizar: o aluno, por causa disso, não sabe se o 'autor' da obra é a mão ou o espírito. Mas para que isso possa ocorrer, quer dizer, para que o trabalho se espiritualize, se faz necessária a concentração de todas as energias físicas ou psíquicas, tal como na arte dos arqueiros.

(...)Ele (o Mestre) apenas lhe ensina o caminho, deixando-o percorrê-lo por si mesmo, sem a companhia de ninguém. A fim de que o aluno supere a prova da solidão, o mestre se separa dele, exortando-o cordialmente a prosseguir mais longe do que ele e a se 'elevar acima dos ombros do mestre'".

(A arte cavalheiresca do arqueiro Zen, p.60, 61 e 67)
 

 Uma pequena homenagem a um grande Mestre, o pesquisador geógrafo Aziz Ab'Saber. O mundo está mais pobre sem a sua presença: que os seus discípulos possam, então, prosseguir os próprios caminhos, espalhando como ele, novos fundamentos  e conhecimentos acerca da disciplina, enfim, a Grande Arte de ser e de ensinar a ser Geógrafo.

Agora, sigam a prova da solidão...



Trechos retirados da obra: 

Herrigel, Eugen. A arte cavalheiresca do arqueiro Zen. São Paulo: Pensamento,2011.

Prefácio da Monja Coen, Coleção Clássicos Zen, bibliografia integrante do próximo tema:  
" A cultura japonesa nos animes / mangás: introspecção e memória."








Os livros de Aziz...


(A finalidade desta indicação é a de apenas visualizar a relação de livros. Como ainda não adquirimos nenhuma obra no site, não poderemos dar referências dele).

quarta-feira, 14 de março de 2012

Exclusão das músicas e dos vídeos...


A partir de hoje e até que o impasse entre o Google e o ECAD seja resolvido, o ENGENHOLITERATE não exibirá mais nas suas novas postagens nenhuma música ou vídeo que contenha música. Conforme nos for possível estamos retirando todos. Como este é um blogue que tem por fim a divulgação da Cultura, das Artes, etc. em seu conteúdo e nada recebe por isto, encerramos  a questão por aqui: não divulgaremos mais.

Concordando com as palavras do colega blogueiro cujo link está logo abaixo (leia"Minha opinião?") e, que esclarecerá com precisão os fatos, agradecemos a atenção de todos.

De Ferramentas Blog:

"Uma solução temporária

Como isso var dar “pano pra manga”, alguns blogs vão precisar se proteger, especialmente os que tratam de música. A primeira coisa a fazer é tirar qualquer player que execute áudio diretamente em sua página, e aponte apenas o link para o local original." http://www.ferramentasblog.com/2012/03/ecad-blogueiros-podem-pagar-taxa-por-usar-videos-musicas-do-youtube.html


Integra do comunicado do Google do Brasil
(Em particular o item 3)

http://acontecendoaqui.com.br/posts/google-brasil-garante-que-ecad-nao-pode-cobrar-por-videos-do-youtube




"Quando não há critérios
 é porque já sobra o desespero"

A Pena Mágica e o Portal das Fantasias.


Inclusão vídeo: 06/04/2012

 

domingo, 11 de março de 2012

Hífen

 "Dragão-serpente" - desenho/edição, Fênix, 2012.


Malcriado fica junto
Bem-criado separado
Bem-vindo, prezado(a) amigo(a),
Se estiver bem-humorado(a)!

A feiura perde acento
Não fumante tem lugar
O meu voo é como invento
Hoje vou para além-mar...

Tique-taque no meu peito
Odisseia é só findar -
Se os heróis perderam o jeito
Não sou eu quem vou achar!

Prefiro o silêncio
À palavra mal-intencionada:
Se a forma dá forma ao bolo
Pé de moleque não faz jornada.

Mandachuva ou manda-tudo,
benfeito, sem-destino,
Antissocial, mal-amado
Na volta das horas...sozinho!

Malmequer, bem-me-quer,
Meus lábios são cor de vinho.
Estou à toa e vou passando
Mudando as regras e os caminhos...


Inspirado na matéria - "Nova ortografia: assim caminha a humanidade", revista Língua Portuguesa, conhecimento Prático, Escala Editorial: SP, nª34, p. 32-38, por José Jorge Paulo Neto.


Em breve: " A cultura japonesa nos animes / mangás: introspecção e memória."

domingo, 4 de março de 2012

(Re)aprendizagens...

 ""Dragão-serpente" - desenho/edição, Fênix, 2012.

"Nós adultos somos bem menos abertos ao entendimento sensível do mundo e das coisas. Nunca é tarde para reaprendermos com nossas crianças a ver aquilo que, há muito, nós já perdemos de vista".


http://www.mixpod.com/playlist/88165084

O Pântano da Tristeza


 As fronteiras de Fantasia


 A impotência do gigante


 A liberdade de Kagura


A reflexão de Kanna

 
 O vazio dentro do seu coração: a (in)existência e o verdadeiro Nada.


As escolhas e os sacrifícios.

 
 

Em toda parte, de todas as formas: em parte alguma...

 


Related Posts with Thumbnails

Google+ Followers

FaceMundo