"(...) -Como eu gosto de você?

Eu gosto de você do jeito que você se gosta".

O Mundo no Engenho... e o ENGENHO do Mundo

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Contextos I

O Eu de hoje - 2011 - F.C

 " Quem diz que É
Nunca é o que diz Ser:
Somos ação e movimento, então, como saber?"
 
 "Luz e sombra" - 2011 - F.C

O Eu de hoje I - 2011 - F.C

domingo, 27 de fevereiro de 2011

O Trabalho I

Foto / Gimp - "Flor Negra" - 2011 , Fênix Cruz.

" O Trabalho só realiza aquele que Dele
Se edifica por Dentro: 
o contrário disto, é Ser prisioneiro da Sobrevivência."

No momento - Você Vive ou Sobrevive?
Foto / Gimp - "Um novo olhar" - 2011 , Fênix Cruz.


sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Critérios I

Desenho / montagem: A queda, 2011 -  Fênix Cruz.

"Frente a um fato, critérios decisórios são estabelecidos mediante valores. Estes últimos 
são relativos, porém, 
moldados e interiorizados num contexto
têmporo-espacial e à hegemonia dos poderes instituídos. 
Do micro ao macro - do macro ao micro:
Antes de estabelecer critérios, talvez, seja justo repensar valores"

 Desenho: À sombra, 2011 -  Fênix Cruz.

***

Um critério (do grego kritérion pelo latim criteriu) é um padrão que serve de base para que coisas e pessoas possam ser comparadas e julgadas.
São os valores ou padrões que uma pessoa utiliza para tomar decisões e estabelecer julgamentos acerca do mundo. Um único critério é composto de vários elementos, conscientes e subconscientes. A pergunta a ser feita é: “O que é importante em relação a …?”
site.suamente.com.br/glossario-de-pnl/glossario-c/

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Mas é claro que o Sol vai voltar amanhã...

 
Desenho: "Nada será como antes", 2011 - ( F.C)

"Não é o nosso olhar que faz a flor ser mais bela. 
É a natureza dela: 
a luminosidade interna que ofusca ou, 
conquista iguais iluminados."

"O Sol do meu jardim" , 2011 (F.C)

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Os NOSSOS bichos que andam à solta.

Algumas pessoas dizem que não entendem a cultura hindu, na qual  os animais são sagrados e andam livremente entre os homens pelas ruas das cidades. De uns tempos para cá, venho ouvindo alguns comentários que me fizeram meditar melhor a respeito desse tal estranhamento 
em relação a esse costume / crença.

Vejamos:

( Isto eu ouvi num café, da boca de gente teoricamente bem formada nas Universidades... )

" Quem não tem conta bancária não tem vida social"
 Será, então, um vegetal ?

( No metrô, após alguém ter se desequilibrado numa brecada bruta, a mulher atingida esbravejava pela plataforma... )

"Eu não desculpo nada! Quem pede desculpas é porque sabe que está errado!"
 
( A mulher recarregou o Bilhete Único e ao pegar o comprovante e segurá-lo, naquela característica ventania da Estação Conceição, o perdeu. Ela correu de volta até a atendente e...)

" você tem que me dar outro comprovante! Escreve ai com a sua letra e assina... a culpa de eu ter perdido o papel é sua, que me deu de qualquer jeito!"

( a Soberba...)

" O outro grupo tem muita inveja do meu grupo ".

( Alguém que se dizia educadora justificando a agressão física contra outrem...)

" Ele agiu por impulso: a menina é uma baranga!"


Fecha com chave de ouro: 
uma autoridade
recomendando que andemos 
com dinheiro para dar ao ladrão, 
por segurança, num assalto...


E concluí que os bichinhos que povoam as ruas tradicionais da bela Índia 
não são e não serão jamais 
tão selvagens quanto os NOSSOS. 



sábado, 12 de fevereiro de 2011

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Caixa-Preta


 Desenho: "O Fosso", 2011, Fênix 
Passo por uma lavagem cerebral.
No hall:
A dor e o elevador;
O osso e o fosso;
O espinho que não crava sozinho
Contaminando
Minando
Manipulando verdades...
Eu me calo
E desaprendo a falar.
Eu me isolo
E desaprendo a pensar.
Eu me perco
E nada me ajuda a achar.
Sou Caixa - Preta -
E quem ouve os meus sinais
Das profundezas escuras do Mar?

 FC nov. 2010


**************************************************************

Recebemos com muita satisfação mais dois selos super legais:

 Obrigada Juliana pela lembrança!


Obrigada meu amigo Arnoldo por sempre me trazer alegrias!

E obrigada a quem lhes proporcionou com sabedoria, 
já que vocês são mesmo ótimos!



REGRAS
1 Postar e distribuir os selos indicando o link que te presenteou (http://fenixcruzengenholiterarte.blogspot.com)
2 Visitar os blogs dos selos
3 Ler e comentar os poemas, razão do blog existir

 arnoldopimentel@gmail.com

"O Chamado" - ( R.J. - Foto Fênix, Jan.2011 )
Related Posts with Thumbnails

Google+ Followers

FaceMundo