"(...) -Como eu gosto de você?

Eu gosto de você do jeito que você se gosta".

O Mundo no Engenho... e o ENGENHO do Mundo

segunda-feira, 23 de março de 2009

Sonhos...

 desenho: F.C.
letra s/ melodia s/d

(Uma tradução do roqueiro Ygor...Itaú/1987)  


Tantas são as sombras
  
Que obscurecem os caminhos  

Daquele que ainda ama.  

Tantos são os sacrifícios, os artifícios...  

Reavivar os sonhos será sempre preciso  

Para iluminar a razão e não desisir,  

Quando tudo parece desmentir... 

Ver nas estrelas as palavras para tê-la,  

Sem lhe magoar,  

Sem me machucar por insana paixão. 

Porque vale sonhar todas as manhãs! 

Dar expectativas à Vida... 

Buscar no encontro casual do olhar  

Uma dedução iludida!  

E, nas "entrelinhas"... 

Aventurar...  

Porque vale sonhar todas as manhãs!  

Dar expectativas à Vida... 

Buscar no encontro casual do olhar  

Uma dedução iludida! 

E, nas "entrelinhas"... 

Aventurar...  

(FC)

sexta-feira, 20 de março de 2009

Respostas

                         Desenho: F.C.
Letra s/melodia - 2009  


São nas noites claras

Que viajo sem medo  

De encontro as estrelas...  

Você como enredo   

De tudo que faço,   

Foco que turva o olhar  

E causa embaraço...  

Diga-me em que ponto de luz você se escondeu?  

Quais os rastros que sigo 

Pra confessar que sou seu?  

Diga-me quais poesias 

Eu poderia lhe cantar?  

E fazer você desse sono acordar? 

Foi na essência de sua vida  

Que busquei força pra mim  

Se mergulho por dentro atrás de respostas,  

Logo me vejo aqui, 

Diante do céu, de mãos postas, 

Rezando para ao pesadelo por fim.  

Então...  

Diga-me em que ponto de luz você se escondeu? 

Quais os rastros que sigo 

Pra confessar que sou seu?  

Diga-me quais poesias  

Eu poderia lhe cantar?  

E fazer você desse sono acordar? (FC)

sábado, 14 de março de 2009

COM FLUÊNCIA...

( Para Rita Andrade )

O melhor presente herdamos do passado

Talhado em rocha VIVA:

Ânima os sonhos ARTISTA!

... De janelas escancaradas para Sóis Interiores,

Baila à regência da Natureza...

Torna tenra toda a dureza

Que o tempo imprime às almas!

No diálogo com o DIVINO

Aos sons responde o CORPO -

AVE em ritual Sagrado -,

Une os deuses aos homens

E absolve, os MOVIMENTOS, do PECADO!

Ensina aos pequeninos

Que o transe, de então,

Emerge puro de um só Poder:

Do AMOR MAIS PRIMITIVO

De um Deus unipresente

LATENTE em todo coração...

Ânima os sonhos ARTISTA!

Missão difícil é a CONQUISTA:

Sacerdócio que não finda...

Mas, quem não veio espalhar desertos

colhe dos Jardins afetos

E transcende para a Eternidade!

Deleita-se com os perfumes...

Desconhece perfumarias...

Enebria-se com suas flores:

Finca OBRA maior do que Cidades!

E na confluência de inomináveis vertedouros,

Encontra riquezas que reluzem mais do que o ouro:

Correntes da(s) Cultura(s),represada(s)

Que livre(s), apressada(s), extravasa(m) sensações:

Ritmos da Vida; hipnoses da Arte...

Assume parte desse combate contra o ESQUECIMENTO...

LINGUAGEM COM FLUÊNCIA: o seu MOVIMENTO!

Fênix Cruz...2009 ( Foto: ?)

quarta-feira, 11 de março de 2009

O Mestre de Todos.


Cada ser humano tem um encanto.

Nenhum merece mais ou menos

Então, acalanto... 

Planto sementes... 

Colho alma de flores: 

Protejo as que serão frutos! 

Finjo não perceber os brutos 

Nem os dissabores que espalham, 

Quando enrigessem suas mentes 

E se fazem serpentes 

Ao dissimular o Paraíso...

Apenas, acolho com um sorriso. 

E recolho das Fendas do Chão - 

Tão castigado -, 

O que restou dos grãos... 

Porque NINGUÉM é tão pobre 

E NINGUÉM é tão rico! 

Só o que lhes digo 

É que move o TEMPO mil ponteiros! 

Para coração mais ligeiro, 

Não demora, um deles há de Revelar... 

Sutilmente, ensinar... 


Fênix Cruz (FC)

segunda-feira, 9 de março de 2009

Capítulo "X"

 " O princípio da autoridade é o respeito. Perseguição e terror não fazem parte desse princípio - são, sim,  os próprios fundamentos das tantas ditaduras e de seus respectivos autoritarismos -, camuflados ou não..."


" Para a escravidão da alma não existe alforria: papéis e assinaturas recontam antigas ilusões... A falácia está nas palavras - mas, para o meu desesepero, a SALVAÇÃO, também..."  


O Espírito do(s) Tempo(s), em "A Pena Mágica e o Portal das Fantasias" ( Fênix Cruz )

BlogBlogs.Com.Br
Related Posts with Thumbnails

Google+ Followers

FaceMundo